AÇÕES SINDICAIS

Auxiliares de limpeza hospitalar entram em greve mais uma vez por atrasos no pagamento dos salários

10/07/2017



Cento e noventa trabalhadores, 120 deles locados no Hospital do Mandaqui e 70 no Hospital Geral São Matheus, paralisaram as atividades de limpeza nessa segunda-feira (10), por não terem recebido os salários integralmente. A empresa Mopp, responsável pela prestação de serviços de Asseio e Conservação, depositou apenas 30% dos valores devidos referentes ao mês de junho.

Sem condições de arcarem com as suas despesas, os profissionais chamaram o sindicato, que interveio imediatamente. Em resposta, a empresa alegou falta de recursos e que pretende quitar a divida até o próximo dia 20 de julho.

O Siemaco solicitou mediação do Tribunal Regional do Trabalho em caráter de urgência. Enquanto isso, o coordenador sindical Valdir, que acompanha o caso ao lado dos assessores sindicais Henrique e Marlon, vem orientando as equipes, que mantém os serviços nas áreas críticas dos hospitais.

Além de tratar-se de um serviço público emergencial, pois envolve a saúde da população, os trabalhadores mais uma vez ficaram a mercê da falta de estrutura da empresa, que apesar de receber as faturas de pagamento vem descumprindo o contrato de trabalho periodicamente, prejudicando os seus colaboradores e, indiretamente, os pacientes e profissionais de saúde.