AÇÕES SINDICAIS

Conhecer o sindicato é identificar o trabalho realizado pelo Siemaco

07/08/2017



 

O sábado (4) foi de trabalho para a equipe de recepção das agências da Caixa Econômica Federal. A empresa prestadora de serviços Plansul reuniu aproximadamente 170 funcionários, no auditório do Siemaco, para realizar o processo de integração. 

Após o contato do diretor do Siemaco, Elmo Nicácio (Lagoa), ficou decidido que empresa e sindicato atuariam juntos em benefícios dos trabalhadores, como deve ser. A manhã foi de muita informação, transmitida pelo empregador e sindicato.

A Plansul explicou as regras internas e também ministrou palestra de alinhamento ao grupo. Coube aos sindicalistas Douglas (Tota), Fábio Toledo e Reginaldo explicarem a importância das ações realizadas em prol da categoria. Em sua maioria mulheres, as recepcionistas surpreenderam-se com os benefícios sociais, principalmente os voltados à família. Dentre elas estavam algumas gestantes, que desconheciam e gostaram de saber mais sobre o Benefício Natalidade.

A Plansul assumiu o contrato com a Caixa Econômica Federal em fevereiro, substituindo o prestador de serviços anterior. A ideia de realizar o treinamento no sindicato deveu-se às instalações, que otimizam a integração, com o conforto necessário e localização privilegiada. Foram realizados três processos de integração, reunindo profissionais da capital paulista e grande São Paulo.

Informação que agrega

Alinhado com a empresa, a equipe sindical abriu os trabalhos contando um pouco sobre o Siemaco. Foi mostrado o vídeo institucional e esmiuçada as ações sindicais.

“A maioria dos trabalhadores não sabiam que os benefícios a que têm direito foram conquistados pelo Siemaco. Eles achavam que eram dados pelas empresas, simplesmente”, pontuou Fábio Toledo. Douglas destacou que todos descobriram, então, a importância do sindicato para o fortalecimento do grupo.

Como sempre, foram muitas as dúvidas esclarecidas, principalmente sobre salários, descontos e benefícios. Ao final do encontro, 50 trabalhadores decidiram-se filiar ao Siemaco, inclusive a supervisora Juliana. Dezenas dentre os profissionais levaram a ficha de filiação para casa, para avaliar a proposta com mais tranquilidade.

Conforme o processo de integração era finalizado, os grupos foram convidados a conhecer as instalações do Siemaco. Douglas, Fábio e Reginaldo endossaram tratar-se da segunda casa de cada um deles, que todos são bem vindos e que podem contar com todo o apoio necessário, tanto individualmente quanto em grupo.