NOTÍCIAS

Tribunal de Contas do Município manda suspender licitação da varrição de São Paulo

06/10/2017

 

A licitação para contratação dos serviços de varrição das ruas da capital paulista foi interrompida pelo Tribunal de Contas do Município. A decisão foi divulgada na quarta-feira. Para o Tribunal, o modelo adotado pode causar prejuízos à cidade.

Os termos da licitação “Serviços Indivisíveis da Limpeza Urbana” foram lidos em Audiência Pública realizada no dia 19 de setembro e a publicação estava prevista para o próximo dia 10. O Tribunal de Contas recomendou ainda que a prefeitura não faça nenhuma contração emergencial. 

 

Os contratos atuais, que têm como responsáveis pelos serviços de varrição as empresas Inova e Soma se encerram em 14 de dezembro. Segundo matéria divulgada no jronal Folha de São Paulo o Tribunal questiona ainda a divisão da prestação de serviços de varrição prevista na licitação, que mantém o modelo atual ao dividir a cidade em dois lotes.